• Av. Olegário Maciel, 1603 Industrial - Ubá/MG
    CEP: 36500-000

    (32) 3531-4787

10 dicas para organizar a vitrine da sua loja de calçados!

Foto 10 dicas para organizar a vitrine da sua loja de calçados!

Para não deixar escapar os clientes que passam pela sua vitrine existem algumas táticas para chamar atenção e atrair mais clientes. Uma boa vitrine de uma loja de calçados é capaz de aumentar em até 30% as vendas. Pois é pela organização da vitrine que o consumidor decide, em poucos segundos, se vale a pena ou não entrar em um estabelecimento. Por isso é importante conhecer as táticas e estratégias que podem fazer muita diferença. Confira 10 dicas principais que separamos para você:
 

1) Conheça e entenda o seu público-alvo
Para acertar nas estratégias procure conhecer quem é o seu público-alvo ideal e entenda as suas necessidades.

Para entender o seu público procure analisar o comportamento de seus clientes, as suas preferências e seus interesses pessoais. Procure descobrir a sua faixa etária, a classe social, em média quanto gastam, quais produtos compram e com qual frequência.

Com todas essas informações você acertará com mais facilidade as escolhas e definições para planejar a vitrine ideal para o público alvo.


De preferência para produtos do seu estoque!

2) Escolha um objetivo ou tema para a vitrine.
Evite a criação de uma vitrine aleatória sem antes definir um foco específico. De preferência para construir uma decoração a partir de um objetivo ou tema. Os objetivos da vitrine podem ser uma promoção, liquidação, mudança de estação ou lançamento de uma coleção. Já os temas podem ser as datas comemorativas como dia dos namorados, dia das mãs, dia dos pais e natal. Outros temas variados podem ser utilizados como carnaval, copa do mundo, halloween e até mesmo a Black Friday.

3) Crie um projeto e defina um orçamento
Antes de começar a montar sua vitrine, crie um projeto para a decoração com orçamento definido. Escolha os materiais que serão utilizados na decoração, as ideias que devem ser destacadas, e principalmente defina a mensagem que deve ser transmitida com a composição dos elementos da vitrine.

Busque inspiração na internet e também em outras lojas de shoppings para definir as ideias do seu projeto para vitrine. Crie um desenho, um rascunho de como será sua vitrine para antecipar os materiais e elementos que serão necessários, nada muito avançado, mas um simples rascunho já fará muita diferença para ajudar a visualizar como será sua vitrine.

4) Destaque os produtos que deseja vender
Dica básica porém importantíssima, coloque na vitrine o que sua loja realmente tem em estoque. De preferência para exibir aquele produto que irá chamar atenção do seu público e que ao mesmo tempo gera lucro para a sua loja.

Os produtos que estiverem na linha dos olhos serão aqueles que irão chamar mais atenção. Outra estratégia para aumentar a venda de um produto é colocar outro ao lado dele que tenha um preço bem maior, assim você chamará atenção para o outro produto pois o cliente irá enxergar nele uma boa oportunidade de compra.

5) Evite poluir a vitrine
Expor produtos em excesso é um erro que pode sair caro. Evite amontoar os calçados na vitrine pois tendem a tirar o foco do cliente. Ao invés de colocar tudo o que você vende de preferência para mostrar as categorias e estilos que você trabalha.

Mesmo que a sua loja não trabalhe com a venda de artigos de luxo, utilize o minimalismo para valorizar bastante alguns produtos e tornar a composição harmoniosa, chamando mais atenção do seu público.

7) Cuidado com as cores e iluminação
Existem conceito já definidos para cada cor alcançar um objetivo. Por isso utilize essas dicas para elaborar uma estratégia mais assertiva na elaboração da sua vitrine.

Vermelho: indicado para vitrines de liquidação
Cores vibrantes: combinam com verão
Tons frios e terrosos: têm a ver com o inverno
Cores neutras, como bege, branco e marinho: ideais para vitrines masculinas
Amarelo: embora seja uma cor boa para vitrines, é chamativa e desvia o foco do cliente sobre o produto à venda

Para destacar a visualização de certos produtos tenha uma vitrine iluminada, e vale usar também pontos de luz para destacar ainda mais alguns itens. Ao invés de usar lâmpadas frias, use LED para economizar na conta de luz e instale spots para que os fios não fiquem aparentes.

8) Exponha preços na vitrine
Não tenha medo de expor preços na vitrine. Mas utilize as estratégias corretas para filtrar clientes indesejados e atrair o seu público alvo.

Como já falamos na dica anterior, para destacar a venda de um produto, você pode colocar outro mais caro ao seu lado, aumentando a percepção do cliente de que está fazendo um bom negócio ao escolher o produto com preço mais baixo.

Utilize letras e números bem legíveis, pois os preços devem ficar visíveis e de maneira clara para o consumidor.  Letras de tamanhos diferentes, caracteres apagados, rasurados ou borrados não podem ser usados. Placas com letras e fundos de cores semelhantes são proibidas. Não basta apenas indicar que o produto está com desconto, é obrigatório informar o valor à vista. Os preços não podem estar na vertical e nem com mais de um valor atribuído. São vetados preços em outra moeda e sem conversão para real.

9) Mude com frequência
Clientes adoram novidades, pois não existe nada mais desanimador do que voltar em uma loja e encontrar os mesmo produtos que foram vistos na última visita a loja. Além disso as vitrines antigas param de despertar o interesse dos clientes pois deixam de ser novidades.

Por isso é importante definir um cronograma de troca da vitrine, que deve ser no mínimo semanal. Tente sempre aguçar a curiosidade do seu público-alvo, alterando a disposição dos produtos ou dos elementos da vitrine.

10) Busque ousadia para chamar atenção
Sua loja precisa ser vista, precisa se destacar em meio a tantas outras oportunidades do mercado. Por isso é importantíssimo chamar atenção do seu público.

Nessa hora vale a pena ter as ideias mais ousadas para atrair atenção do seu público, mas claro que dentro do planejamento e objetivo da vitrine. Para chamar atenção, somente os produtos podem não ser suficientes, por isso sempre será necessário ter muita criatividade para escolher os elementos certos para chamar atenção.

 

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Informe o código abaixo no campo para validar o comentário:
    147270